No Parque dos Godoy, turista conhece a mata nativa
08/05/2019 - 12:30

O Parque Estadual Mata dos Godoy, em Londrina, é uma das últimas reservas naturais de mata nativa do norte do Paraná, sendo assim uma Unidade de Conservação Integral. É localizada na antiga Fazenda Santa Helena, distrito de Espírito Santo, a 20 quilômetros do Centro de Londrina e a 400 de Curitiba.

Estudos indicaram a presença de 282 espécies de aves, entre elas o tucano de bico verde, araçari de bico branco, jacutinga, macuco, gralha-picaça e urubu-rei. São 65 espécies de mamíferos, como o tamanduá-mirim, macaco-prego, onça-parda, lontra, quati, anta e o quase extinto gato-mourisco. Além de diversas espécies de plantas raras, entre elas o caju do campo, mamão do mato, rabo de bugio, jacarandá, cabreúva, peroba, guaçatunga e pau-marfim.

“Dentro da mata existem trilhas muito bem estruturadas, que podem ser percorridas por pessoas de todas as idades e com todo tipo de intenção turística e ecológica”, diz o diretor de Gestão do Patrimônio Natural do novo Instituto Água e Terra, Aristides Athayde.

Conforme o projeto do plano de manejo do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e da Universidade Estadual de Londrina está aberto ao público 10% da área do parque para visitação, como trilhas interpretativas, opções de lazer contemplativo e programas de educação ambiental. Os outros 90% são destinados à pesquisa ambiental.

Como atrativo para os visitantes, o parque oferece três tipos de trilhas:

PROJETO MADEIRA - Das três trilhas, a Projeto Madeira é a menor. Ela tem um percurso de 540 metros que tem início atrás do centro de visitantes, percorre por uma área de reflorestamento de espécies e termina na área de descanso (choupana).

INTERPRETATIVA - A segunda trilha é a interpretativa ou das perobas e figueiras, como também é chamada. Com cerca de 700 metros é possível observar a exuberância da mata. Começa logo após o término da trilha do Projeto Madeira e durante o percurso há um trecho circular que passa por uma área de mata fechada.
 

CATETOS - A trilha dos Catetos também se inicia ao final do Projeto Madeira, seu caminho é largo e retilíneo, adentra a mata fechada e termina no limite noroeste do parque.

“É um programa imperdível para aqueles que amam a natureza e que ficar um pouco do seu tempo ao ar livre próximo a Londrina”, relata Athayde.

O PARQUE – O parque foi criado em junho de 1989, pelo Decreto Estadual nº 5150/1989. Antes a área pertencia à Fazenda Santa Helena, de propriedade da família Godoy, que já na época mantinha a mata com o objetivo de preservar o local para as gerações futuras.

A Mata possui uma área de 690,17 hectares de floresta subtropical, estando inserida no bioma Mata Atlântica, na qual se encontram aproximadamente 200 espécies de árvores, como a peroba, angico, cedro, figueira, pau-marfim, entre outras.

INFRAESTRUTURA – O Parque conta com um centro de visitantes, almoxarifado, casa do guarda, casa de um operário rural e alojamento.

SERVIÇO - Parque Estadual Mata dos Godoy

Rodovia Mabio Gonçalves Palhano, Km 14, Londrina.

Aberta ao público nos domingos, da 13hs às 17hs.

Para visitas escolares ou em grupos, o agendamento é feito de terça a sexta das 08h30 às 17h30, pelo telefone: (43) 3373-8720.

As trilhas Projeto Madeira e dos Catetos não são feitas com a presença de guia, apenas a Interpretativa.

Os guias são disponibilizados pelo próprio parque.

Não há custo para o acesso ao Parque e realização das trilhas.
 

Fonte: ANPr - http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=103155

 

IMAGE GALLERY