Litoral do Paraná

PRAIAS, ILHAS E MUITA HISTÓRIA PARA CONTAR

São 125 praias e balneários com areias brancas, águas mornas e limpas. Destinos na temperatura certa para a diversão, perfeitos para quem curte o sossego. As mais de 57 ilhas existentes são um caso à parte, verdadeiros paraísos com natureza preservada.

A vida noturna é bem movimentada, com bistrôs, restaurantes e música ao vivo nos bares e baladas. Sobram opções para se divertir. Hotéis e pousadas ao longo da costa dão todo o suporte para o turista.

Seja qual for a sua praia, o seu destino está aqui! Venha viver tudo o que o Litoral do Paraná pode oferecer!
 

Ruínas em Antonina
Ruínas em Antonina - Foto: Banco de Imagens

 

O QUE FAZER

Ícone Museu

TURISMO CULTURAL

Considerado o berço da colonização do Estado, no Litoral estão cidades históricas. Em Paranaguá, é possível conhecer um dos maiores portos do Brasil e a Estrada de Ferro. Além deles, visite o Centro Histórico e o museu do município.

Em Morretes, o visitante pode explorar o Parque Estadual do Marumbi, o Caminho do Itupava, o povoado de Porto de Cima e percorrer o trajeto da bela e sinuosa Estrada da Graciosa.

Não bastasse a beleza natural, a Ilha do Mel brinda a quem chega com atrativos como a fortaleza e o farol. E se o assunto é cultura, não se pode deixar de prestigiar o fandango, dança típica litorânea, muito comum em Guaraqueçaba e na Ilha dos Valadares, localizada em Paranaguá.
 

Morretes
Morretes - Foto: Acervo SEBRAE - Priscila Forone / Paraná Turismo

 

Ícone Caiaque

TURISMO DE AVENTURA

O turismo de aventura pode ser realizado em sua essência em distintos pontos do Litoral do Paraná. Antonina é o cenário perfeito para esportes radicais. Dá pra pedalar numa rota que passa pela Cachoeira do Cedro, fazer rafting no Rio Cachoeira e praticar montanhismo no Parque Estadual Pico Paraná. Tem ainda o Vale do Gigante, a montanha mais alta do Sul do país, com 1.877 metros de altura!

Guaraqueçaba também oferece muitas possibilidades. Que tal fazer ciclismo tendo com pano de fundo o visual da Ilha das Peças e da Ilha do Superagui? Ou então navegar pelas águas da Baía dos Pinheiros? É imperdível!
 

Ícone Trilha

ECOTURISMO

O Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange, que abrange quatro municípios, foi criado para proteger a flora e fauna da região. No local, são encontrados animais em extinção, vegetação bem preservada, rios cristalinos, saltos, cachoeiras e paredões.

Estendendo-se por outros três municípios, o Parque Estadual Pico do Marumbi é a maior unidade de conservação do Estado aberta ao público e se destaca pela área preservada do bioma Mata Atlântica.

Em Pontal do Paraná, a Estrada Ecológica do Guaraguaçu serve de palco para a Caminhada Internacional na Natureza, evento popular, em meio a cenários naturais, realizado anualmente.

Os 26 km de estrada são pavimentados com conchas encontradas nos sambaquis, que estão por todo o caminho.

E em Guaraqueçaba, a natureza se apresenta com exuberância no Parque Nacional do Superagui, rico em biodiversidade, e na Reserva Salto Morato, que tem como maior atrativo uma cachoeira de cerca de cem metros.

Outros destinos imperdíveis são o Parque Estadual Rio da Onça, em Matinhos; a Floresta Estadual do Palmito, em Paranaguá; e, claro, a Ilha do Mel, um dos mais belos atrativos turísticos do Paraná, que também se destaca como um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil.
 

Pico Paraná
Pico Paraná - Foto: Secretaria Municipal de Comunicação de Antonina

 

Ícone Igrejas

TURISMO RELIGIOSO

São muitos os programas para quem está no litoral. Mas sempre dá para arranjar um tempinho para cuidar da espiritualidade. Localizada na praça central de Guaratuba, a Igreja Matriz Nossa Senhora do Bom Sucesso é uma construção secular feita por escravos e tombada Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná.

Em Guaraqueçaba, destaca-se a Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões, com altar em forma de um barco com a base em formato de peixe. Já em Paranaguá, encontram-se o Santuário de Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná, e a Catedral de Nossa Senhora do Santíssimo Rosário, a mais antiga igreja do município.

A região tem também festas religiosas, como a do Rocio, em Paranaguá, e a do Divino, em Guaratuba.
 

                  
Mapa Litoral do Paraná


 

Portal Graciosa
Foto: Joel Rocha

COMO CHEGAR

Há três maneiras de se chegar ao litoral. Os dois principais acessos à região são pela BR-277, sentido Matinhos ou Paranaguá, e também pela BR-376, sentido Joinville, passando pelo município de Garuva e seguindo pela rodovia PR-412.

Uma possibilidade mais cultural e muito indicada é descer a serra pela Estrada da Graciosa, que utiliza a antiga rota dos tropeiros e liga a parte alta da serra ao litoral.

 

Praia de Caiobá
Praia de Caiobá - Foto: Edilson Tadeu Giordano / Prefeitura de Matinhos

 

chegar
Foto: Edilson Tadeu Giordano / Prefeitura de Matinhos

ONDE FICAR

Não faltam boas opções de hospedagem pra quem quer curtir as nossas praias. São hotéis, pousadas, hospedarias e casas para locação, tanto nas regiões urbanas quanto cercadas por natureza. As acomodações variam das mais simples às de alto padrão.

 

Cambira
Cambira - Foto: Prefeitura de Pontal do Paraná

 

Barreado
Foto: Paraná Turismo

GASTRONOMIA

O visitante tem a garantia de que descobrirá novos sabores no litoral paranaense, cada um mais irresistível do que o outro. Além das inúmeras possibilidades de provar frutos do mar fresquinhos, preparados das mais diversas maneiras, há o Barreado, o prato típico do Estado. Você também não pode deixar de provar a tainha assada, de Guraqueçaba; as famosas ostras paranaenses, consideradas as melhores do mundo e servidas principalmente na Estrada do Cabaquara, em Guaratuba; o arroz lambe-lambe de Paranaguá; e a Cambira, típica de Pontal do Paraná.

Ah... nem pense em não provar a famosa cachaça de Morretes e a tradicional bala de banana, de Antonina, que é 100% natural!

 

Baía de Guaratuba
Baía de Guaratuba - Foto: Mário José Natalino / Prefeitura de Guaratuba

 

MUNICÍPIOS QUE
PERTENCEM À REGIÃO

 

Igreja Matriz
Igreja Matriz em Guaraqueçaba - Foto: Renato Soares