Litoral do Paraná

 

PRAIAS, ILHAS E MUITAS
HISTÓRIAS PRA CONTAR

São 125 praias e balneários com areias brancas, águas mornas e limpas. Destinos na temperatura certa da diversão. Perfeitos para quem curte o sossego.

As mais de 57 ilhas existentes são um caso à parte, ​​​​verdadeiros paraísos com natureza preservada.

A vida noturna é bem movimentada, com bistrôs, restaurantes e música ao vivo nos bares e baladas. Sobram opções para se divertir.

Hotéis e pousadas ao longo da costa dão todo o suporte para o turista. Seja qual for a sua praia, o seu destino está aqui. Venha viver tudo o que o Paraná pode oferecer.

 

Caiobá
Praia de Caiobá - Foto: Sergio Mendonça Junior

 

O QUE FAZER

Icone Igrejas


TURISMO CULTURAL

Berço da colonização do Estado, no Litoral estão cidades históricas como Guaraqueçaba, Morretes, Antonina e Paranaguá. Nesta última, é possível conhecer um dos maiores portos do Brasil e o Santuário de Nossa Senhora do Rocio, padroeira do Paraná.

A engenhosidade vista na construção da Estrada de Ferro Paranaguá-Curitiba consagra um dos passeios imperdíveis para quem vem para o Paraná.

A Ilha da Cotinga, em Paranaguá, é uma das paradas mais interessantes do Litoral. Lá, encontram-se ruínas e vestígios dos primeiros colonizadores do Estado.

​​​​​​Em Morretes, o visitante pode explorar o Parque Estadual do Marumbi e o Caminho do Itupava, o povoado de Porto de Cima e percorrer o trajeto da bela e sinuosa Estrada da Graciosa.

 

Icone Bike


TURISMO DE AVENTURA

​​​​​​O ecoturismo e o turismo de aventura podem ser realizados em sua essência em distintos pontos do Litoral do Paraná, numa relação sustentável com a natureza, com conservação e educação ambiental.

Cicloturismo e montanhismo: o Litoral inteiro é muito procurado pelos amantes do ciclismo. Algumas das rotas mais praticadas passam pelos atrativos históricos e pela Cachoeira do Cedro, em Antonina, pela Ilha das Peças e pela Ilha do Superagui, em Guaraqueçaba

Para quem gosta de adrenalina e emoção, em Antonina, no Rio Cachoeira, pode-se praticar o Rafting. O percurso do rio tem duração de cerca de 1h30, com direito a belas paisagens da natureza ao redor.

É no Litoral do Paraná que se encontram as mais conhecidas montanhas da região, como o Conjunto Marumbi e o Morro do Sete, em Morretes, e o Parque Estadual Pico Paraná, em Antonina. Um roteiro imperdível é chegar até Morretes de trem, saindo de Curitiba, para iniciar a aventura nas montanhas.

 

Icone Caiaque

TURISMO NÁUTICO

Seja em veleiros, caiaques ou lanchas, é sempre um bom momento de conhecer as reentrâncias do oceano e dos rios do Litoral do Paraná. São inúmeras marinas à disposição, com atrações e equipamentos propícios nas baías de Antonina, Paranaguá e Guaratuba.

Destacam-se, ainda, o complexo de marinas em Pontal do Paraná, que oferecem infraestrutura de qualidade, como também as belezas quase intocadas da Baía dos Pinheiros, em Guaraqueçaba. Um misto de infraestrutura, lazer, sol e água em abundância, em ilhas, rios, lagoas e saltos.

 

Pontal do Paraná
Pontal do Paraná - Foto: Acervo SEBRAE - Priscila Forone / Paraná Turismo


 

Mapa do Litoral

LUGARES MAIS VISITADOS

Antonina
Guaraqueçaba
Ilha de Superagui
Ilha do Mel
Morretes
Paranaguá
Pontal do Sul
Guaratuba
Praia de Leste
Matinhos

 

Como Chegar Litoral
Foto: Acervo SEBRAE - Priscila Forone / Paraná Turismo

COMO CHEGAR

Há três maneiras de se chegar ao litoral:

Os dois principais acessos ao Litoral seriam pela BR-277, sentido Matinhos ou Paranaguá, e também pela BR-376, sentido Joinville, passando pelo município de Garuva e seguindo pela rodovia PR-412.

Uma possibilidade mais cultural e muito indicada é descer a serra pela Estrada da Graciosa, que utiliza a antiga rota dos tropeiros e liga a parte alta da serra ao litoral. Partindo do centro de Curitiba, são 40 km pela BR-116, rodovia duplicada Regis Bittencourt, até o portal da Estrada da Graciosa.

Para quem vem de São Paulo, são 364 km, também pela BR-116.

 

Gastronomia
Foto: Banco de Imagens

GASTRONOMIA

O visitante tem a garantia de que descobrirá novos sabores, cada um mais irresistível do que o outro. Além das inúmeras possibilidades de provar frutos do mar fresquinhos, preparados das mais diversas maneiras.

O barreado, muito consumido em Morretes, Antonina e Paranaguá, chegou ao Paraná por meio da colonização portuguesa da região, no século XVIII. Era muito apreciado em bailes e festivais de fandango e sua preparação ainda é como no passado: de forma lenta, cozido em panelas de barro. O barreado é uma carne cozida, de forma a criar um caldo grosso, que mantém o sabor do prato. Ele é degustado com arroz e farinha de mandioca.

 

DICAS
 

Protetor Solar
Foto: Banco de Imagens

PROTETOR SOLAR
No verão, o sol no nosso Litoral pode castigar. Por isso, proteja-se!
O protetor solar é importante para manter sua pele saudável em dias de sol ou nublados.

 

Mar e Bebida
Foto: Banco de Imagens

MAR E BEBIDA
Banho de mar não combina com bebida alcoólica. Se beber, não entre na água.

 

Criança na Praia
Foto: Banco de Imagens

CUIDADO COM CRIANÇAS
Muita atenção! No verão, o movimento de pessoas aumenta bastante na praia e as crianças podem perder-se dos seus pais se não estiverem sendo vigiadas durante todo o tempo. Quando você e sua família forem para a areia, não se esqueça de passar em um ponto com policial militar ou no posto do Corpo de Bombeiros para pegar pulseirinha de identificação para o seu filho.